segunda-feira, 1 de março de 2010

Esguichos de Miguel Silva

Concluindo, a emancipação da mulher e o planeamento familiar dão cabo da natalidade (os baixos salários e a precariedade laboral são conceitos estranhos ao senhor tenente-coronel piloto aviador). A imigrantada vem dar-nos cabo do país. Gastamos dinheiro estupidamente com desempregados, toxicodependentes e presidiários e ainda queremos impor a educação sexual nas escolas. Mas, acima de tudo, o que indigna o senhor tenente-coronel piloto aviador é que se tenha mandado tirar os crucifixos das escolas e que se tenha aprovado o casamento entre pessoas do mesmo sexo. O senhor tenente-coronel piloto aviador escreveu muito no seu delírio, mas o seu texto pode resumir-se numa única palavra: foda-se. Um longo, arrastado e estupefacto foda-se.

3 comentários:

Helena disse...

:-D

Vocês aí não têm praia?
Mais vale ir à praia que ler certos textos...

JB disse...

Helena, ele haver praia, há, o que não há é clima. Hoje vou lá almoçar e depois digo-te.
Quanto ao piloto-aviador, estou com o Miguel: foda-se!, temos homem.

Paulo disse...

Pois :)