quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Das duas, uma

Ou Ferreira Leite comprou uma paz podre dentro do PSD com a candidatura de Santana Lopes ou pensa, e mal, que em 2009 a fanfarra santanista pode compensar em folclore o que falta ao PSD em ideias. Nenhum destes cenários é particularmente animador.

O pior cego é o que não quer ver

Neste momento, já só tem ilusões sobre Manuela Ferreira Leite quem quer.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

A melhor canção de amor de sempre

Certa vez cantaram-me por telefone, num sussurro desafinado, o Romeo and Juliet, dos Dire Straits. Ainda não ouvi nada que batesse isso.

A livre circulação de pessoas

O ataque aos imigrantes que sempre caracterizou o CDS de Paulo Portas é, evidentemente, oportunista. Pretende cativar os votos do ressentimento e da exclusão. Mas é igualmente ideológico e, nessa vertente, ilustra bem o porquê da queda do PP nas intenções de voto. A ideologia que Portas e os seus seguidores trouxeram é uma ideologia que se encontra desfasada da realidade. No PP, pensa-se o mundo e os países ainda como coutadas geográficas e culturais. A globalização social e cultural é uma ideia que, no Largo do Caldas, não só se recusa como se pensa que deve ser combatida. Infelizmente para Portas, não é com o seu barco a remos, onde cada vez conta menos remadores, que conseguirá contrariar esta maré. Por um lado, a Europa precisa de imigração para equilibrar os seus saldos demográficos e os seus sistemas contributivos e, por outro, torna-se impossível sustentar um sistema que não permite que o mercado de trabalho acompanhe os investimentos. O CDS é, hoje, um partido fora do seu tempo.

Dias bons

O CDS apresentou, no Parlamento, propostas cujo único objectivo é dificultar a vida aos imigrantes. Foram recusadas por todos os restantes partidos. Os deputados também têm dias bons.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Post

Para dar mais dinâmica ao blogue e fidelizar leitores, estou a pensar iniciar uma série. Pensei chamar-lhe posts. É apenas uma ideia. Ainda não estou seguro que resulte.